Família Barcarollo
 Página de Genealogia


  Pietro Barcarolo e Madalena Comin

Barcarollo, Barcarolo, Barcarol, Bacarolli, Bacarol...

Bem-vindo ao site da Família Barcarollo. Ele tem por finalidade divulgar informações sobre os imigrantes italianos e seus descendentes no Brasil. Neste site você encontrará um pouco da história dos antepassados da nossa família: suas origens na Itália, razões da imigração, os principais destinos no Brasil e a vida na nova terra.


Artigos Detalhados

feature 1 Família de Francesco Barcarollo Antônia D'Ambros chegou ao Brasil em 14/01/1878, viúva, procedente de Seren del Grappa, Província de Belluno - Vêneto - Itália, com 34 anos de idade. A família consta do livro de registro de chegada dos imigrantes ao Rio Grande do Sul, sob os números de ordem 4268 a 4271, na folha 138. Filhos: Luigia (Luiza); Francesco (Francisco); Giovanni (João).

feature 2 Família de Pietro Barcarollo Pietro chegou ao Brasil em 08/01/1878, procedente de Borso del Grappa, Província de Treviso - Vêneto - Itália, com 41 anos de idade. A família consta do livro de registro de chegada dos imigrantes ao Rio Grande do Sul, sob os números de ordem 4251 a 4260, na folha 138. Filhos: Francesco (Francisco), Antonia, Evaristo, Marietta, Petronilla e Antonio. Irmãos solteiros: Giovanni (joão), Anna e Maria. Não deixaram descendentes.

feature 3 Família de Gaetano Barcarollo Gaetano Barcarollo, casado com Maria Fabbian. Filhos: Domenico Barcarollo veio de Borso del Grappa-TV. Partiu do porto de Veneza e desembarcou com a família em Santos-SP. Hoje a família encontra-se em São Paulo, Ribeirão Preto, Brasília e outras cidades. Bernardo Barcarollo deve ter chegado ao Brasil em torno de 1896, provavelmente pelo porto de Santos. Casou-se aqui no Brasil com Regina Paschoa, que deve ter chegado aqui por volta de 1888.

feature 4 Família de Giovani Barcarollo Giovani Barcarollo, casado com Amália Maria Donassolo, filho de Andrea Barcarollo e Anna Agostini. Inicialmente estabeleceu-se na Colônia Alfredo Chaves. Veio para o Brasil com 16 anos, acompanhando sua mãe Anna Agostini, seu padrasto Antonio Maragno e seus irmãos Angela (7 anos) e Girolamo (5 anos), filhos de Antonio e Anna. Partiram do porto de Gênova, na Itália, a bordo do navio Solferino. Chegaram ao Brasil no dia 19/12/1988, pelo porto do Rio de Janeiro.

 
Contatar Conosco

email imageSe você tem questões ou comentários sobre as informações contidas neste site, por favor contate-nos. Esperamos sua mensagem.